11 de dez de 2010

INJUSTA REALIDADE



Vivemos em realidades distintas uns dos outros, e isso é muito bem refletido quando presenciamos a indiferença com a qual os moradores de rua e os catadores de papel são tratados pela sociedade “limpinha”. A desigualdade de renda e social é um fato no Brasil, porém ignorado pela maior parte das pessoas, sendo que justamente por esse fato ninguém faz nada para mudar tal realidade. Pessoas são tratadas como animais, ou ainda pior. Ninguém lhes dá uma chance!

Ainda hoje ao caminhar pela periferia de minha cidade, onde o objetivo é promover uma onda de Evangelização, conversei com um casal de idosos e doentes que vivem de uma miserável aposentadoria, sendo que a casa onde moram pode cair sobre suas cabeças a qualquer momento. O dono daquela casa me dizia que um famoso vereador evangélico lhe prometeu ajuda com o material para reforma de sua residência, caso fosse eleito. O fato é que este renomado político evangélico de cidade interiorana elegeu-se, inclusive com o voto do casal em questão, porém a casinha onde eles moram ainda é a mesma do começo desta história. Não é novidade que os políticos usam as pessoas como massa de manobra, e o incrível é que eu ainda me impressiono pelo fato de este safado vereador se dizer evangélico.

Dizemos que somos Cristãos quando nos convém, mas na vida real isso caí no esquecimento. Jesus quer trazer vida a todos, e não porque o convém, mas sim porque o seu amor convém a nós.

Hoje em dia, a maioria dos evangélicos só pensa em uma coisa: “prosperidade”. Querem ser cabeça e não calda. Irrito-me com isso, pois não foi o que Cristo ensinou, porém esse debate é para outro texto. Pensam em viver bem, pois são os escolhidos, e o resto que se dane. Prefiro acreditar que ainda existam discípulos de Cristo, que inclusive se preciso, tiram as sandálias dos pés para dar a quem precisa de verdade. Isso é Evangelho.

Enquanto um bando de crentes mau amados dormem em suas confortáveis casas de imperadores desta terra, outros co-irmãos fojem da chuva que cai mais forte dentro de casa do que fora. Ou comem em seus banquetes de maná, enquanto milhares de crianças morrem de fome na rua. Isso é o lixo que muitas igrejas ensinam, mas não é ensinamento de JESUS.

Jesus com certeza esta no meio dos mais miseráveis, pois estes anceiam de verdade pela slvação e não por caprichos luxuosos da canalidade.

Quanto ao episódio que contei sobre o vereador evangélico, este é de família rica e já renomada políticamente, o que ele quer com gente que não sabe falar direito, e nem dente na boca tem? Deixemos o nobre vereador com seu tupete intocável prestar contas na hora certa... Estou na torcida para que ele cumpra o prometido, pois seu mandato ainda não acabou.

E ao bando de crente tenho uma coisa a dizer... Procure conhecer Jesus, só Ele pode salvar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!