9 de nov de 2011

AINDA SOMOS ESCRAVOS!







Muitos cristãos ainda vivem em senzalas... isso mesmo, em senzalas! As pessoas não conseguem ou não querem ser libertas da escravidão.

Ainda mais porque existe escravidão e “escravidão”... Uns são escravos da ganância e do dinheiro, fazem qualquer coisa pelo poder que o dinheiro aparentemente proporciona.

Existem outros que não saem da senzala da religiosidade e vivem em um mundinho, onde vale apenas as “doutrinas” que para elas aparentam ser corretas. Essas pessoas possuem suas mentes escravizadas, a ponto de achar que uma roupa ou um corte de cabelo pode tirar a salvação da mesma.

O pior é que muitos dos senhores são aqueles que se dizem profetas deste século, e que ao em vez de pregar a liberdade que o Evangelho traz pregam o que lhes convém. Esse é o evangelho escravista que os senhores da "verdade" de hoje querem que nós venhamos engolir.

Além desses, o mundo e suas “obras primas” também escravizam as pessoas. A mídia dita à moda, a moda dita se você será aceito ou não na sociedade que vive escravizada por ela. Você não é obrigado a ser escravo, mas tem que ser maduro suficiente para isso, pois no quesito modismo, não me refiro somente ao estilo de roupas e de vida que se tem, mas também ao modismo gospel... Por exemplo, se você não entrar na visão você não tem o toque do Espírito Santo... Vê se pode? Até parece que uma onda de teologia barata é o que dita à vontade de Deus, mas não é!

Deus não é moda, Deus é o grande EU SOU, eterno e sublime! Viver o Evangelho não pode ser levado como uma moda escravista, e sim o único caminho de salvação para nossas vidas. Hoje em dia, muitos por ai aprontam tudo o que pode, e o que não pode, e depois se dizem evangélicos, como se este titulo fosse limpa – los de tudo o que cometeram de errado! Isso é ser escravo da moda, acreditar em tudo o que se vê e que se ouve.

Ainda tem aqueles que são escravos da sublime liderança, que alguns se referem como discipulados, apostolados, membresias e enfim... Não podemos ser escravizados por homens, temos o direito e o dever de pensar. Deus nos deu a mente para pensar, não deixar os outros pensarem por nós! É claro que temos que respeitar e amar a todos, se não vira uma bagunça, mas nem tudo o que os que se dizem líderes da igreja no mundo inteiro falam é lei, a única lei totalmente isenta é Palavra de Deus, e é nela que temos que estar alicerçados para não nos tornar escravos deste século!

Ninguém é obrigado a viver escravizado, pois Jesus foi e é a nossa carta de alforria, paga com preço de sangue. Ele nos libertou e você é livre para viver o Evangelho pleno e sereno, segundo a Palavra de Deus. Siga esta Palavra e você com certeza estará trilhando um caminho de Graça e Bênção!


Que o nosso Libertador viva intensamente em sua vida... Mateus!



Este texto publiquei em 2009 no extinto blog DESPOLUIDOR DE MENTES! e no meu ponto de vista, nada mudou neste sentido

Um comentário:

  1. "Deus não é moda, Deus é o grande EU SOU, eterno e sublime! Viver o Evangelho não pode ser levado como uma moda escravista, e sim o único caminho de salvação para nossas vidas." Palavras muito bem ditas e realmente, de 2009 pra cá, não mudou nada.

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!