28 de mai de 2014

Você confia Nele?




Confiar em Deus não é o simples ato de acreditar que Ele pode realizar um desejo seu. As pessoas estão perdendo aquilo que chamam de fé por justamente não confiarem Nele. Quando tudo está bem, obrigado. Quando tudo está mau, por que, Senhor?

Confiança requer muito mais do que desejo. Desejar algo é momentâneo, e até mesmo parcial: Desejei, alcancei, usei, enjoei... 

A vida que se baseia em meros desejos é rasa. É como um relacionamento, pois ele não dará certo se não houver confiança de fato entre o casal. Pode existir desejo, mas quando ele não bastar, o que haverá?

Confiar é uma ligação além do material. Não se compra confiança, se conquista. 

Agora, pergunto: Deus já fez por merecer a sua confiança?

Faço essa questão porque vejo muitas pessoas ainda procurando um motivo para confiar em Deus, ou seja, não conseguiram ainda assimilar a cruz nas suas existências. 

Ele veio ao mundo para sentir a nossa dor em sua carne. Ele veio ao mundo para carregar em seus ombros o peso dos nossos pecados. Ele veio ao mundo para receber em seu corpo as chibatadas que deveriam ser nossas. Ele veio ao mundo para ensinar o caminho do amor, do perdão e da misericórdia.

Assimilar isso no caminho da vida é saber se o que você sente em relação a Deus é confiança ou apenas uma mera crença religiosa.

A confiança não se abala nos devaneios da vida. Ela não sucumbirá na dor e muito menos na morte, pois aquele que confia Nele vê a morte como vida. Confiar é estar debaixo do mau tempo, e mesmo assim, olhar para o alto e saber que tudo é Dele e para Ele. É saber que o momento não é nada diante da eternidade.

Confiança é eterna (João 14:1-4).


Assim creio,
Mateus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!