26 de fev de 2015

Qual caminho seguir?





Não lembro de ver tantas denominações religiosas sendo criadas nesse país como atualmente. A cada dia que passa vejo novas igrejas sendo abertas, pastores com programas de televisão, artistas gospel se destacando na mídia e políticos  evangélicos cada vez mais influentes. 

Para muitos crentes isso tudo é motivo de comemoração. Para mim tem sido de preocupação. Já fui extremamente crítico com muitos posicionamentos tomados por diversas lideranças religiosas. Ainda sou, porém percebi que enquanto bradava e comprava briga contra essas atitudes, o Evangelho puro e simples deixava de ser anunciado.  

O fato é que sempre houve distorções da verdade. Em muitos textos bíblicos vemos os apóstolos e até mesmo Jesus alertando acerca disso. Não é novidade alguma o que estamos vivendo hoje, onde grande parte das igrejas manipulam, distorcem e enriquecem seus líderes através da mentira. 

Porém, tais doutrinas só prosperam porque há quem as busque. Para muitas pessoas o Evangelho como ele é, sem barganhas, sem negociações, baseado no amor e na compaixão, é muito pouco. Quem ouvirá o Evangelho da Graça, enquanto na porta ao lado estão prometendo o fim dos problemas, a riqueza instantânea e a cura de todos os males?

A verdade é que poucas pessoas querem Jesus. A maioria quer aquilo que vê o “bispo ou apóstolo” prometendo na TV. 

Um Jesus que ensina a perdoar, a dar a outra face, a socorrer quem ninguém quer por perto, a não nos apegarmos as coisas desse mundo, esse ninguém quer. Querem o deus da TV, aquele que negocia, que dependendo do que estiver na sua carteira lhe abençoará. 

A cada dia estou mais consciente de que somente o anúncio das Boas Novas de Cristo, de forma simples e real, poderá combater essa loucura que promovem como se fosse algo dos céus. Creio que é dever de todos que foram alcançados pelo amor de Deus denunciar as barbáries, mas nunca sem antes falar do real sentido da Cruz. De fato, em meio aos que buscam as promessas fáceis, há gente boa sendo enganada, pessoas puras sendo lançadas ao matadouro. Não podemos deixá-las irem sem ao menos saber do Verdadeiro Evangelho. Após isso a escolha é de cada um.

Por fim, hoje eu acredito que sempre haverão dois caminhos: um largo e outro apertado.

Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Mateus 7:13-15

Sugiro a você, amigo leitor, que medite em todo o capítulo 7 de Mateus, pois Cristo é contundente e claro, basta ter ouvidos para ouvir!


Que Deus possa abrir o nosso entendimento!

Mateus G. Cesimbra
26/02/15

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!