27 de jul de 2010

O AR ESTA ACABANDO?


Vivemos em um mundo que mais parece uma bolha sugadora de ar! Tudo é manipulado, tudo é feito em troca de alguma coisa, nada por amor. Quando penso nisso vejo o quanto estamos distantes da verdade, aquela verdade que ilumina a mente, que traz paz e amor aos corações e ascende à fome pela Palavra de Cristo.

Todos ambientes existem aqueles que sugam o nosso ar. No trabalho existem aqueles que parecem ser um, e na verdade são outros... aparentam bondade, quando na verdade estão cheios de inveja e ódio.

Na família também existem os sugadores de ar! Droga, álcool, prostituição, homossexualismo, pedofilia e tantas outras feridas que estão asfixiando os lares.

Não somente nessas áreas da vida, mas em tudo o que nos cerca somos sugados, como TV, mídia, política, falsos profetas e etc. Nada além da prática do Evangelho por aqueles que crêem é que pode realmente trazer salvação.

Somente quem tem a luz da verdade do Evangelho, e esta seguro na Palavra de Deus possuí sabedoria suficiente para filtrar este tipo de condição. E se alguém disser que por ser cristão você não será atingido, não creia, pois você tem sangue nesse corpo, e é impossível não ser atingido. Através da Palavra de Deus, temos maiores condições de filtrar e assimilar o que é bom ou não, tanto espiritualmente como secularmente. Pois como Cristo adiantou... passaremos por aflições, mas temos que manter bom ânimo, Ele venceu o mundo!

O pior de tudo, é que muitos que se dizem de Deus, estão somente sugando o oxigênio do povo, ao invés de trazer um novo fôlego. Não podemos perder a fé, pois mesmo cansados e quase mortos, por Cristo vale a pena perseverar.

E mesmo quase sem ar, lembre – se das palavras de Paulo em 1Co 9:24-27: “Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado”.

Não sejamos apenas vítimas, mas coloquemos em ação a essência de Cristo, e venhamos todos levar esse ar que a humanidade anseia. Através das Boas Novas essa bolha sugadora com certeza será rompida, assim como o véu do tempo se rompeu com a vitória de Cristo na Cruz.


O Evangelho é o nosso oxigênio, sem ele é impossível se manter firme!


Mateus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!