31 de jul de 2011

Amy Winehouse se preparava para adotar uma menina



De acordo com uma matéria publicada pelo jornal "The Sunday Mirror", a cantora Amy Winehouse, encontrada morta no sábado (23) em sua casa no bairro de Camdem Town, no norte de Londres, já havia iniciado o processo de adoção de uma garota de dez anos, moradora de Santa Lucia, no Caribe.

Amy teria conhecido a jovem Dannika Augustine durante o período em que passou na ilha caribenha. De acordo com a avó da menina, Marjorie Lambert, um advogado já havia sido contratado para supervisionar o processo de adoção, que contava com a aprovação dos pais da garota, Nadia Germaine e Vic Augustine, ambos desempregados e vivendo separados desde o nascimento da menina.

"Amy já foi minha mãe. Se ela não tivesse morrido eu a chamaria de mãe e ela me chamaria de filha. Ela cuidou de mim e nós nos divertimos juntas. Eu a amava e ela me amava", disse a jovem ao tabloide, revelando que caso não conseguisse levá-la para a Inglaterra, Amy prometeu mudar-se para Santa Lucia, onde seria sua mãe em tempo integral.

Marjorie, de 57 anos, que administra um bar próximo ao hotel onde Amy se hospedou, afirmou que a cantora queria muito ter uma filha. "Se ela não tivesse morrido, não há dúvida de que estaria aqui em Santa Lucia completando o processo de adoção."

A avó da menina disse ter conversado com Amy pelo telefone semanas antes de sua morte. Na ligação, a artista teria dito que voltaria para Santa Lucia no próximo mês. "Quando Amy chegou ao meu bar três anos atrás, ela estava fraca e magra. Eu insistia para ela comer e fiz o que pude para deixá-la feliz. Aqui ela estava livre das drogas. Nunca me preocupei em deixar Dannika com Amy."


Comentário Viver da Graça:

A notícia acima chama atenção por um fato muito interessante: hoje em dia a maior parte das adoções no mundo são de crianças ainda bebês ou de no máximo 3 ou 4 anos. Outro fato é que a minoria dos candidatos a adotarem  órfãos, optam por crianças negras.

O gesto de Amy veio parar na mídia somente agora que a mesma já morreu, e isso significa quanto o sentimento dela por esta menina era real, e não apenas uma forma de aparecer como muitos fazem por ai. O que esta pequena garota relatou ao tabloide também mostra a capacidade de amor e a necessidade de ser amada de verdade que Amy buscava. Ela já amava aquela menina, e a menina já amava Amy.

Vejo que Amy Winehouse foi uma incompreendida que talvez por amar demais e não ser correspondida, acabou se matando com as drogas. Uma mulher sensível a arte e ao amor! 

É uma pena que ela morreu antes de se tornar mãe, pois tenho certeza que o amor desta menina iria salva-la.

Que nós como Cristãos possamos parar de julgar as atitudes dos outros como as mais pecaminosas do mundo, porque nós também somos pecaminosos, e venhamos aprender a amar de verdade, pois foi isso o que Cristo ensinou, e é isso que a Graça Dele faz conosco todos os dias mesmo nós sendo indignos.

Com certeza esse ato de Amy Winehouse é uma lição para todos nós.


Texto: Portal IG
Comentário: Mateus Goethel Cesimbra

3 comentários:

  1. Mateus, parabéns pela sua percepção sobre a Amy.Fico emocionada quando alguém também consegue ver a Amy de verdade. Como mulher.Como exemplo. E não só os erros que os tablóides mostravam. Você disse tudo:só o amor que a Amy tanto buscava poderia ter salvado sua vida.

    ResponderExcluir
  2. As pessoas de uma forma geral, e principalmente no meio religioso, custumam julgar os outros como se fossem donos de uma única verdade. O que elas esquecem, é que também são pecadoras.

    Jesus ensinou o amor e a misericórdia. Aprender a amar, e amar de verdade parece simples com palavras, mas é muito mais complicado do que pensamos.

    Vejo que a vida de Amy se resumiu na busca deste sentimento, o que a fez incompreendida pela grande parte das pessoas, e principalmente pelos fariseus que se dizem "certinhos".

    A sensibilidade de Amy, assim como a de outros artistas, como Renato Russo, Bob Marley e outros, a fez mal. Isso porque realmente o mundo não sabe amar, e quando alguém busca este dom pode ser visto como louco.

    O que matou Amy não foram as drogas ou alcool,e sim o fato de ser alguém diferente em busca de algo além de sucesso e fama...o amor!

    ResponderExcluir
  3. Você viu a essência da Amy. Te admiro!
    Fiz um blog em homenagem a ela :http://prasempreamywinehouse.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!