23 de nov de 2012

O que você tem feito com sua língua?

por Mateus Goethel Cesimbra






Quando falamos, nossas palavras não são simplesmente jogadas para fora da boca. Cada palavra é uma semente que gera vida ou morte. A palavra trás luz ou leva para escuridão. O poder de uma frase dita pode mudar a vida de outro ser humano em questão de segundos, ou você nunca passou por alguma situação em que alguém lhe proferindo algo estragou ou melhorou totalmente seu dia?

Praticamente tudo que a mente humana processa acaba sendo manifesto no falar. Quando estamos alegres falamos coisas positivas. Quando tristes ou irritados saem lágrimas ou espinhos da nossa língua. Expressamos a vida no falar, e por isso mesmo falamos o que pensamos, sendo que em muitas vezes aqueles que nos cercam são vitimados por aquilo que despejamos para fora.

A Bíblia se refere em diversas passagens sobre a língua do homem, e em uma delas a língua é tratada como uma espada de dois gumes. Uma espada é uma arma que fere, e ao mesmo tempo pode ser uma forma de auto defesa e defesa dos desprovidos. Saber usar esta arma chamada língua não é nada fácil, e acho que por isso mesmo ela é tão comentada nas escrituras.

O homem que domina a sua língua é tido como forte, pois quem consegue frear aquilo que lhe vem a mente, processar e filtrar o que deve ser dito, também conseguirá refrear todo seu corpo. Creio que a língua é a maior tentação do ser humano, afinal de contas quem nunca sentiu cóssegas para falar algo sem pensar no efeito que poderia causar?

Uma das minhas frases preferidas está em destaque a tempo no blog: Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão. Madre Tereza de Calcutá". Essa frase me faz refletir sobre o que temos feito com a nossa língua? Temos plantado aquilo que vem do coração, ou nem mesmo pensamos de onde sai aquilo que falamos?

Fazer da língua uma porta aberta para uma vida harmoniosa é o maior desafio do homem, e para isso precisamos muito da misericórdia de Deus. Lutar todos os dias com a mente antes de proferir algo é o que temos que aprender, e aprenderemos se nos esforçarmos e buscarmos na verdade que está em Cristo!

Um bom exercício para a língua é aprender a ouvir mais e falar menos, afinal de contas temos dois ouvidos e só uma boca.


Passagens bíblicas que tratam deste tema: Salmos 120:2, Provérbios 15:2, Tiago 1:26, Tiago 3:6, Provérbios 12:18, Provérbios 21:23 e tantas outras que não cabem aqui.




Um comentário:

  1. Éhhh, essa é uma área que eu preciso trabalhar. Embora muitas coisas sejam corretas quando ditas, elas simplesmente não edificam em nada. Crente linguarudo, isso tem que ter fim! =p

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!