12 de dez de 2012

Que igreja é essa?



por Mateus Goethel Cesimbra





Igreja deveria ser o lugar onde as pessoas buscam Jesus Cristo, porventura se tornou o templo das ganâncias, onde as pessoas querem usar o nome do Messias para alcançar riquezas. Tornou-se o lugar de mercenários que negociam e barganham “bênçãos” em troca de “$acrifício$”.

Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. 1 Coríntios 15:19”.

Igreja deveria ser o lugar onde os excluídos são abraçados. Deveria ser o lugar do pecador que não quer mais matar sua própria vida pouco a pouco. Deveria ser o hospital da alma. Não é! Tornou-se o lugar onde a alma é o que menos importa.

E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.  Marcos 2:17

Igreja deveria ser o lugar de acolhimento e não o de julgamento, onde não se quer saber dos pecados daquela vida, e sim que ela saia da escuridão e alcance a luz. Não é! Esta passou a ser o lugar de condenação e julgamento.

Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. Lucas 6:37”.

Igreja deveria ser o lugar onde se dá mais do que recebe, mas hoje é extremamente ao contrário, afinal esta só quer receber.

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.  2 Pedro 2:3”.

Igreja deveria ser o lugar de compaixão, de solidariedade, de comunhão. Não é! Hoje a igreja cria pessoas egoístas, que pensam no seu próprio bem somente.

Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Filipenses 2:1-2

Igreja deveria ser o lugar de simplicidade. Não é! Esta se resume em templos pomposos, roupas de grife, caras e bocas. Os altares tornaram-se palcos para os artistas gospel, e os pastores meros animadores de platéia.

Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos. Mateus 24:24”.

Por fim, igreja deveria ser o lugar do Evangelho. Não é mais! Tornou-se o lugar das superstições, idolatrias, amuletos, crendices vãs. Jesus não é mais o único mediador entre o homem e Deus, e sim o profeta da igreja ou a corrente de sete sextas.

No passado surgiram falsos profetas no meio do povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.  2 Pedro 2:1”.

Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus. 1 Timóteo 2:5”.

Que igreja é essa? Onde está a simplicidade do Evangelho pregado por Jesus, cheio de amor, compaixão e acolhimento aos excluídos? Quem ensinou a esta igreja de hoje que dinheiro é sinal de vitória? Vitória é levar o nome de Jesus aos becos e lugares áridos de amor resgatando almas, assim como nós mesmos fomos resgatados. Que igreja é essa que impõe, ordena, aprisiona, determina e julga? Com certeza não é a igreja que segue os conselhos de Tiago quando o mesmo se refere à verdadeira religião:

A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. Tiago 1:27”.

Reflita sobre a igreja que você faz parte, e não admita que o erro tome conta dela. Pense por você mesmo, leia o Evangelho, e não deixe os outros lhe fazerem de marionete!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião sobre este artigo? Comente a vontade!